Carregando...
Siga-nos nas Redes Sociais
Notcias

12/02/2020

Situação das estradas carmelitanas pede plano de ação emergencial

Sem passagem

      Os vereadores aprovaram durante a reunião desta semana um requerimento, de autoria do edil Filipe Carielo, que convoca assessores da Prefeitura a prestar esclarecimentos. Desse modo, o Secretário de Infraestrutura e o Chefe de Obras Rurais devem comparecer a próxima sessão ordinária e explicar o plano de trabalho do município para solucionar os estragos nas estradas rurais. Inclusive, as aulas na zona rural foram canceladas nesta quarta-feira (12), pela prefeitura, devido as dificuldades de se transitar por essas vias.

Vereador

O vereador já enviou ao Executivo questionamentos para orientar os assessores convocados. Deseja saber se a prefeitura conta com algum plano de ação emergencial para o problema e qual o prazo de execução; se há alguma empresa contratada que ajudará a solucionar as questões das estradas rurais de forma emergencial; se o devido cascalhamento e demais trabalhos de manutenção preventiva serão feitos, evitando problemas semelhantes no futuro.

        Por toda extensão rural, há reclamações de munícipes com dificuldade de acesso, locais de encravamento ou escorregadios. As indicações ao Prefeito para que a manutenção adequada das estradas fosse realizada antes do período de chuvas foram diversas. Na visão dos vereadores, a Prefeitura não vem trabalhando como deveria para garantir condições de tráfego aos moradores da zona rural. “As chuvas não são uma coisa imprevisível. Todo ano chove e praticamente no mesmo período, período das águas. E a Prefeitura precisava fazer a manutenção no período correto. Como não fez, como não encascalhou, não tirou as enxurradas, não fez os cortes de enxurradas da maneira que deveria ser feito, hoje a população está sofrendo. Já que a Prefeitura não fez o dever de casa, ela tem que apresentar um plano emergencial, porque as pessoas não podem ficar ilhadas”, defendeu o vereador Filipe Carielo.

         O vereador Sandro Deoclécio de Oliveira (Sandro Pescador) recordou que a Câmara aprovou recursos para aquisição de maquinários que seriam utilizados para cuidar da zona rural e mesmo assim o problema persiste. Ele destacou que hoje a zona rural é uma das principais fontes da renda do município, que não possui grandes fábricas ou empresas.

          O vereador Juliano Alves da Silva (Pão de Queijo) criticou a Administração que tem previsão de gasto com o Carnaval 2020 próxima dos R$800 mil. Disse que esse recurso poderia ser investido em infraestrutura, como manutenção correta das estradas, pavimentação das ruas que estão causando transtorno na cidade ou aquisição de uma ambulância de grande porte para transportar pacientes, já que a cidade não possui.

Veja tambm

PORTAL DA CMARA MUNICIPAL DO CARMO DO RIO CLARO
Rua Monsenhor Mário, 365 - CEP 37.150-000
Telefones: (35) 3561-3613 . (35) 3561-3730 . Telefax: (35) 3561-2390