Carregando...
Siga-nos nas Redes Sociais
Notícias

01/11/2019

Projeto de banco de horas de servidores segue para análise das comissões

Não foi deliberado

O Projeto de Lei 042/2019, que trata da criação de banco de horas para servidores da Prefeitura, teve a dispensa de parecer negada e segue para a análise das comissões. Sendo assim, não foi votado na 9ª sessão extraordinária, realizada na tarde desta sexta-feira (01).

O pedido de urgência foi aprovado por unanimidade. No entanto, a dispensa de parecer dividiu os votos. Os vereadores João dos Reis Vilela (João do Tiãozão), Paulo Marcelo Silva (Paulão), João Paulo Castro Ferreira e José Joaquim Siva (Zé Pequeno) queriam votar o projeto nesta reunião. Sugeriram que as emendas necessárias fossem apresentadas e votadas para auxiliar a Prefeitura que quer regulamentar a questão das horas extras. O advogado da Prefeitura, Senhor Bruno Cade, participou da reunião e apresentou os motivos para urgência da votação.

Já os vereadores Juliano Alves da Silva (Pão de Queijo), Inácio Roberto Lopes (Inacinho dentista), Filipe Carielo e Sandro Deoclécio de Oliveira (Sandro Pescador), foram contrários a votação do projeto antes dele receber o parecer da comissão pertinente. Eles destacaram que é um projeto importante, que vai afetar efetivamente a vida dos servidores e, por isso, precisa ser visto com cuidado. Destacaram também que não votação dele nesta reunião não prejudica as audiências que a Prefeitura terá com a juíza da comarca na semana que vem.

Para que a dispensa de parecer pudesse ser aprovada, eram necessários seis votos favoráveis a dispensa. Como ouve empate, nem a manifestação da Presidente da Casa, que só vota em casos específicos, seria suficiente para aprovação da dispensa.

Veja também

PORTAL DA CÂMARA MUNICIPAL DO CARMO DO RIO CLARO
Rua Monsenhor Mário, 365 - CEP 37.150-000
Telefones: (35) 3561-3613 . (35) 3561-3730 . Telefax: (35) 3561-2390