Carregando...
Siga-nos nas Redes Sociais
Notícias

07/03/2018

Vereadores pedem fiscalização para produção agrícola

Arrecadação

O vereador Inácio Roberto Lopes (Inacinho) recomenda que o Poder Executivo crie um órgão específico para fiscalizar a saída de produtos agrícolas para outras cidades sem a nota fiscal do Município. Essa movimentação sem nota faz com que a cidade perca a arrecadação proveniente do pagamento do imposto incidente nas retiradas destes produtos. O valor agregado é o principal índice que compõe o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Se tiver uma fiscalização nesse sentido, da pessoa fazer um cadastro de cada produção, dá para ganhar o que é de direito do município. Nossa cidade precisa de recursos e uma das partes principais que nós temos aqui é a produção agrícola”, disse.

Este é um problema para o qual o Presidente da Câmara José Joaquim Silva (Zé Pequeno) vem pedindo providências há anos. “A evasão da nossa divisa, desses produtos, é grande demais. Ontem mesmo eu vim do sítio, tinha dois caminhões que estavam com as molas até arreadas, não sei se é soja ou se é milho, tudo com placa de Ipuiuna. Então, o pessoal vem e leva tudo sem nota”.

Zé Pequeno sugere que seja providenciado um senso rural a fim de identificar quais são os produtores que enviam insumos para outros locais e garantir a retirada da nota fiscal. O Presidente disse que essa é uma demanda que deve ser providenciada para gerar renda ao município, não propor aumento de impostos que afetam pessoas de classes mais baixas, como vem sendo feito.

O vereador João Paulo Castro Ferreira trouxe a informação de que a produção agropecuária representa hoje 87% da riqueza do município, mesmo com a evasão de divisas. Observou que, se essa questão for organizada, o percentual deve ultrapassar os 92%.

Veja também

PORTAL DA CÂMARA MUNICIPAL DO CARMO DO RIO CLARO
Rua Monsenhor Mário, 365 - CEP 37.150-000
Telefones: (35) 3561-3613 . (35) 3561-3730 . Telefax: (35) 3561-2390